Skip to content

Como SSL afeta o ranqueamento do seu site

Como SSL afeta o ranqueamento do seu site
Ândria Tedesco

Ândria Tedesco

Diretora da Begin Marketing de Relacionamento com MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é Bacharel em Relações Públicas pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). Especializada em Social Media. Com experiência em comunicação, marketing estratégico, endomarketing, gestão de redes sociais, relacionamento empresarial, organização de eventos corporativos e sócias. Atua na área de comunicação e marketing há 10 anos, tendo trabalhado junto a diversos segmentos da indústria, comércio e serviços.

Já faz algum tempo que se sabe que o Google possui cerca de 200 fatores de ranqueamento que influenciam nos seus resultados de busca.

Apesar desta afirmação, ninguém sabe exatamente todos os segredos de como o algoritmo de ranqueamento funciona. O Google mantém esta informação a sete chaves para prevenir a manipulação de SEO e garantir a qualidade de seus resultados de busca.

Em outras palavras, não acredite em experts que afirmem categoricamente que “se você fizer isso o resultado será esse” ou “colocamos seu site no topo das pesquisas”. O mais assertivo que alguém pode afirmar é: “entenda o que seu público precisa e ofereça soluções” ou “crie conteúdo de qualidade” ou “tenha links relevantes”.

Porém, nem tudo é tão obscuro assim no mundo dos buscadores. Há alguns anos atrás, em agosto de 2014, o Google confirmou que sites que possuam um certificado SSL (https://) teriam uma certa vantagem nos resultados das buscas (SERP).

Mais precisamente, o Google afirmou que se existirem dois websites exatamente iguais, por exemplo http://seusite.com.br e https://seusite.com.br aquele que possui um certificado de segurança (https://) teria uma considerável vantagem contra a outra versão que não tem.

O que é um certificado SSL e como ele funciona

SSL significa Secure Sockets Layer. Como o nome sugere, cria uma camada adicional de segurança que protege as informações que os visitantes escolhem para compartilhar com um site.

O serviço SSL.com define SSL como:

“SSL é a tecnologia de segurança padrão para estabelecer um link criptografado entre um servidor da web e um navegador. Esse link garante que todos os dados transmitidos entre o servidor da web e o navegador permaneçam privados. ”

Quando um visitante acessa um site https: //, o certificado SSL garante que qualquer informação que seja trocada entre o seu navegador e o website não será divulgada a ninguém. A conexão criptografada protege as informações.

Como SSL afeta as classificações dos mecanismos de busca?

Agora que você entende o que é o SSL e como ele funciona, vamos discutir seu impacto na classificação do mecanismo de pesquisa de um website.

Um certificado SSL afeta as classificações do mecanismo de pesquisa de um website das seguintes maneiras:

1. Impulsiona os rankings dos mecanismos de busca

Calcular o impacto preciso do certificado SSL nas classificações de SEO de um site pode ser difícil.

Por exemplo, seria difícil avaliar o impacto real de um certificado SSL  quando comparado a outro site em um nicho semelhante sem SSL mas com milhares de backlinks mais poderosos.

Portanto, os proprietários de websites devem entender que ter um certificado SSL não vai impulsionar magicamente seu site para o topo da página de resultados do mecanismo de pesquisa.

No entanto, se estiverem cuidando dos outros fatores de classificação do mecanismo de busca e fazendo todas as outras coisas importantes, ter um certificado SSL lhes dará o impulso tão necessário para ultrapassar outros sites em um nicho difícil e competitivo.

Brian Dean, da Backlinko, também estudou o possível impacto do HTTPS nas classificações de um site nas SERPs. Ele uniu a SimilarWeb, MarketMuse, Ahrefs e SEMRush para adquirir os dados necessários e descobriu que “o HTTPS é moderadamente correlacionado com classificações mais elevadas nos mecanismos de busca na primeira página do Google”.

2. Melhora o SEO aprimorando a experiência do usuário

Não há dúvida de que um certificado SSL (um site seguro) melhora significativamente a experiência do usuário.

Se uma pessoa acessa um site inseguro, ele verá indicadores visíveis de que o site não é seguro e que deve parar de pesquisá-lo. Os principais navegadores estão garantindo isso:

Alerta do Google Chrome informando que o site não tem um certificado SSL
Alerta do Google Chrome informando que o site não tem um certificado SSL

Ao “envergonhar” explicitamente os sites não criptografados, os navegadores estão criando a tão necessária consciência sobre a segurança da internet entre os usuários. Eles agora estão muito mais conscientes e hesitantes em visitar sites não criptografados.

O ponto aqui é que os sites que oferecem uma experiência de usuário ruim nunca podem consistentemente classificar em posições superiores nas SERPs. Sites não criptografados sem certificados SSL não oferecem uma boa experiência ao usuário.

Suponha que um usuário on-line pesquise uma determinada palavra-chave e encontre seu website pelo Google. Ele clica nele, acessa sua página inicial onde existe, digamos, um formulário de contato simples. O navegador exibe a mensagem de “site não seguro” o que faz o usuário abandonar seu site quase que instantaneamente.

O Google percebe esse comportamento. Se muitos visitantes do site fizerem exatamente isso, o Google irá rebaixar seu site nas SERPs.

Menos visualizações de tráfego significam menos oportunidades para criar backlinks, tráfego viral, maior taxa de engajamento, etc.

Qual tipo de certificado SSL instalar?

Se você quiser sobreviver e prosperar no cenário digital atual, precisará ter um website criptografado.

Certifique-se de que você possui um certificado SSL apropriado para o seu site e que ele é 100% criptografado e seguro para os visitantes do seu site.

Existem vários tipos de certificado para diferentes tamanhos de websites e finalidades. Alguns podem pesar no orçamento por isso é bom prestar atenção a qual tipo de certificado SSL é adequado para o tamanho do seu site e do seu negócio. Os certificados não são permanentes, eles precisam ser renovados de tempos em tempos o que exige manutenção constante e planejamento orçamentário.

Para websites menores e com pouco tráfego existem certificados digitais gratuitos que funcionam tão bem quanto os certificados pagos uados por grandes corporações.

Segundo a GoDaddy, existem 5 tipos de certificados SSL:

  • Certificado SSL — prova a propriedade do domínio e é ideal para criar uma conexão segura e criptografada com o seu usuário. É o mais simples e básico de todos;
  • Certificado SSL com validação extendida — é a mais alta classe dos tipos de Certificados SSL existentes nos dias de hoje. Usa uma criptografia mais poderosa, portanto é ideal para sites que trabalham com muitos dados e pagamentos on-line;
  • Certificado SSL com validação organizacional — feito para empresas, organizações sem fins lucrativos e instituições educacionais. Ideal para sites informativos que não realizam vendas;
  • Certificado SAN SSL — o certificado feito para quem precisa de proteção em vários sites diferentes por uma valor menor do que se fosse contratado um SSL para cada;
  • Certificado SSL Wildcard — tem o poder de criptografar todas as informações de um site e todas as suas páginas relacionadas. Dá direito à segurança em servidores e subdomínios ilimitados e conta com a criptografia mais rígida do planeta.

Ficou com dúvida?

Se você tiver alguma dúvida, sinta-se à vontade para entrar em contato conosco. A equipe da Begin Marketing de Relacionamento conta com parceiros especialistas em SEO que podem ajudar você a escolher, instalar e configurar um certificado SSL em seu site, blog ou loja virtual.

Fontes de referência consultadas: