Skip to content

Tendências de marketing digital para 2020

Tendências do Marketing Digital para 2020
Francesca Marcilio

Francesca Marcilio

Diretora da Begin Marketing de Relacionamento e especialista em Marketing, com MBA pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é Bacharel em Relações Públicas pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), tendo recebido a Láurea Acadêmica por suas excelentes notas e a Medalha Dolaimes Stedile Angeli, Mérito Relações Públicas.

2020 chegou e com ele muitas novidades sobre o marketing digital e a forma como as marcas se relacionam com seu público. É preciso estar preparado, acompanhar as mudanças nas preferências da audiência, além de ficar por dentro das tendências, para poder traçar estratégias de sucesso e se destacar nesse competitivo mercado virtual.

Recentemente, Ândria Tedesco e Francesca Marcilio da Begin Marketing de Relacionamento estiveram presentes no RD Summit 2019, maior evento de marketing digital da América Latina, e conferiram as principais tendências do segmento para 2020.

Ândria e Francesca participaram do RD Summit 2019 - Foto: Arquivo BeginMkt
Ândria e Francesca participaram do RD Summit 2019 – Foto: Arquivo BeginMkt

Conteúdo de qualidade

Nunca é demais lembrar que o conteúdo da marca deve ser muito bem planejado, de acordo com o interesse do seu público. Desenvolva materiais com relevância, criatividade, capaz de despertar o desejo do seu consumidor em continuar a leitura, em visitar seu site ou redes sociais com frequência.

Você não precisa criar conteúdo apenas porque precisa publicar algo, mas para gerar mídia orgânica e leads. É preciso criar valor do que você faz e levar isso para as pessoas.

Conteúdo por voz

Os números já vislumbram o crescimento por conteúdos por voz: 34% dos brasileiros já utilizam comandos por voz. E isso é uma ótima notícia. Produzir conteúdo em áudio é mais simples se comparado ao vídeo. Mas é um processo de adaptação. É preciso aliar o conhecimento técnico à criatividade para atender esse novo tipo de consumo, começar a perceber as demandas por essa nova perspectiva, narrativas, respostas ou podcast (esse tipo de mídia apresenta um grande crescimento. Só nos Estados Unidos, o número de ouvintes praticamente triplicou na última década).

Se o podcast trouxer um conteúdo considerado de valor, seu efeito na audiência é enorme. Como se trata de uma oferta gratuita, o cliente vai se sentir privilegiado por ter acesso às informações do programa. O resultado é a recomendação para terceiros e a ampliação do alcance orgânico da sua marca.

Conteúdo por vídeo

Mas não é por nos adaptarmos ao conteúdo por voz, que deixaremos de lado o conteúdo por vídeo.
Os vídeos continuam em alta nas diversas plataformas, sendo um grande atrativo para alavancar a percepção sobre as empresas nesse tipo de mídia. É preciso começar a produzir, evite julgar a qualidade técnica nos primeiros passos, isso se aperfeiçoa com o tempo.

Esses vídeos devem possuir uma alta entrega de conteúdo em curto espaço de tempo, para manter a atenção de cada usuário. É importante fazer vídeos que conversem com os públicos e clientes, uma das perguntas fundamentais é “Para quem é interessante esse conteúdo? ”

SEO e Tecnologia

A adaptação do SEO (Search Engine Optimization) a novos hábitos e tecnologias é uma forte tendência para 2020. De forma geral, as técnicas básicas de SEO não sofreram grandes mudanças, mas a forma de aplicá-las a sites e lojas virtuais deverão passar por modificações visando se adaptarem a novas formas das pessoas usarem a internet.
Outro ponto que merece destaque entre as tendências do marketing digital é o aumento do tráfego através de dispositivos móveis. Esse segmento do processo de otimização de sites para ferramentas de busca deve ganhar ainda mais relevância.

Mídia Paga

Outro grande destaque, desta vez no que diz a estruturas de campanha, será o surgimento de funis de conversão com cada vez menos passos e uma consequente redução de custos com campanhas que sejam bem estruturadas.

As ferramentas de remarketing evoluíram muito no último ano. O Facebook Ads oferece cada vez mais opções de segmentação e em um ambiente em que os funis de conversão precisam ser cada vez mais rápidos, em função da concorrência, isso é essencial.

Se por um lado isso exige campanhas cada vez mais sofisticadas, por outro reduz drasticamente o investimento em mídia paga.

Falando em mídia paga, sabemos que alcance das páginas do Facebook estão caindo e você não terá como não anunciar se não quiser cair no esquecimento. Isso porque é no Facebook que estão os dados das pessoas, por isso ele serve como plataforma de anúncios inclusive para o Instagram.

E para que se possa nichar cada vez mais a comunicação, Close Friends e Grupos no Facebook são outra tendência inevitável.

Instagram: o queridinho

Sem dúvidas, o Instagram é a rede social com a maior retenção de audiência no Brasil. Ele não é só “mais uma rede” e sim uma das mídias mais poderosas de vendas e marketing atualmente. Apesar de ter sofrido uma série de mudanças em 2019, do algoritmo à tentativa de fim dos likes, o fato é que o Recursos de Google Ads e outros migrarão para ela.

Tudo indica também que as marcas estão parando de se preocupar excessivamente com feeds lindos e dando mais atenção a geração de conteúdo relevante e a uma comunicação mais real.

O Telegram chegou com tudo

Ao que tudo indica, essa poderosa ferramenta chegou para ficar e uma das grandes vantagens dela é a possibilidade da criação de canais com conexões ilimitadas. Se você ainda não tem uma conta neste app, vale a pena dar uma conferida nesse concorrente do WhatsApp.

E o WhatsApp…

Nosso queridinho também tem novidades. O Whats já permite que lojistas subam seu catálogo de produtos diretamente no aplicativo. E, ainda esse ano começarão a ser exibidos anúncios nos status.

A arte do Copywriting

Resumindo, cada vez mais é importante dedicar-se a escrita persuasiva e inteligente para atrair e envolver seu público, em breve suas vendas vão depender disso.

E-mails

Apesar de muita gente achar que não, o e-mail marketing está mais vivo que nunca. Isso porque só é possível engajar seus interessados se você tiver uma lista de e-mails ou de celulares de clientes que autorizaram a sua abordagem. E falando nisso…..

A novidade mais perturbadora do ano: Lei Geral de Proteção de Dados

Já falamos sobre essa polêmica novidade aqui no blog , mas se você ainda não está em conformidade, fique atento, pois a LGPD entrará em vigor em agosto de 2020!

Inteligência artificial e Análise de dados

Saber utilizar os dados disponíveis e interpretar suas variáveis e oscilações é necessário para obter sucesso em marketing digital.

É importante começar a analisar o processo de dados simples, com estatística e amostragem, saber verificar os dados cada vez mais agrupados que nos permitem verificar históricos e percepções do mercado em que atuamos ou tendências.

Utilizar o feeling não torna seu trabalho escalável. Precisamos de dados para validar as informações, transformar nossas equipes em pessoas analíticas com base de dados.

Acredite, já existem sistemas capazes de atribuir pontuações ponderadas de sentimentos às frases deixadas por usuários da internet. Essa “inteligência artificial” faz essa análise por meio da combinação de técnicas de machine learning e Processamento de Linguagem Natural (PLN).

Existe uma grande guerra pelas informações e as empresas mais valorizadas no mundo são aquelas que possuem a maior quantidade de dados, Google, Facebook e Amazon. Dados é a moeda mais valorizada da atualidade.

Afinal, falar das tendências de marketing digital para 2020 é falar de marketing de atração, de inbound marketing, de planejamento estratégico, de branding, de muito conteúdo, de estar ativo nas redes sociais e, assim, almejar as primeiras posições no ranqueamento dos algoritmos do Google.

E aí, você está preparado para 2020?