Skip to content

Como VENDER mais no seu E-COMMERCE

Como VENDER mais no seu E-COMMERCE
Ândria Tedesco

Ândria Tedesco

Diretora da Begin Marketing de Relacionamento com MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é Bacharel em Relações Públicas pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). Especializada em Social Media. Com experiência em comunicação, marketing estratégico, endomarketing, gestão de redes sociais, relacionamento empresarial, organização de eventos corporativos e sócias. Atua na área de comunicação e marketing há 10 anos, tendo trabalhado junto a diversos segmentos da indústria, comércio e serviços.

O comércio online passou de uma forte tendência nos últimos anos, para uma realidade significativa, sendo até mesmo responsável pela maior fatia de vendas para determinados segmentos do mercado. Mas quem tem um e-commerce sabe que não é tão simples assim. Para aumentar as vendas online é muito importante poder identificar suas conversões, que são um indicador importante da eficácia do seu site para gerar ações junto ao público alvo, e que vão além das vendas efetivamente ditas, pois incluem geração de cadastros, contatos, ligações, entre outras.

Isso porque, antes de entregar um produto efetivamente para um cliente, é preciso gerar outras pequenas conquistas, que podem ser traduzidas em uma maior aproximação do negócio com o consumidor. Para isso, é essencial saber como calcular, avaliar e manter uma boa taxa de conversão no seu site.

Mesmo que o seu e-commerce conte com um bom site, nem sempre isso não é o bastante. Pode ser necessário realizar um trabalho de otimização, que contribua para induzir o seu público a converter mais, para de fato sua loja virtual conquistar resultados de maneira mais rápida. Confira a seguir alguns pontos importantes relativos à taxa de conversão de um e-commerce.

Taxas de Conversão

A taxa de conversão do e-commerce refere-se à quantidade média de ações que os visitantes do site realizam nele, incluindo conversões prévias que não são vendas, mas que também são importantes para o resultado final.

Ou seja, converter não se resume a vendas, mas sim a ter êxito em relação ao usuário, incentivando-o a realizar alguma ação específica que você projetou ou esperava que ele realizasse, como por exemplo clicar em um banner de publicidade do site, o envio de um formulário de dados, adicionar um produto no carrinho, podem ser consideradas conversões.

Cálculo da Taxa de Conversão

O cálculo é simples, após definir quais serão todas as conversões possíveis no seu site, basta dividir o número de conversões geradas, pela quantidade de acessos ao site, o resultado será a taxa de conversão. Ou seja, se o seu site recebeu 20.000 acessos em um mês e, nesse período, gerou 12.000 conversões, a taxa é de 1,67%.

Taxa de conversão ideal

Não existe uma porcentagem mínima ideal, o importante é sempre comparar a quantidade de acessos e conversões. Se muitas pessoas acessam seu site e uma parcela pequena faz as ações que você espera, então, é necessário desenvolver melhores estratégias para incentivá-las a realizar uma conversão no seu site.

Para isso, existem diversas ações que podem ser implementadas diariamente para proporcionar resultados melhores continuamente. Confira a seguir as principais ações sugeridas no marketing digital:

1 Problemas com a taxa de conversão

É preciso realizar uma análise mais aprofundada e investigar as hipóteses que possam estar ocasionando algum problema com a taxa de conversão do seu site, como por exemplo, será que os usuários sabem que podem adicionar produtos à uma lista de desejos, ou como esta ação pode ser vantajosa para eles?

Questões simples como esta, que facilmente podem ser informadas, refletem diretamente na taxa de conversão do seu site. Então, analise o que pode estar prejudicando sua taxa de conversão.

2 Explorar imagens e vídeos nas páginas de produtos

Na hora de adquirir um produto, o consumidor logicamente busca e precisa ter à sua disposição todos os detalhes deste produto. Afinal, se este usuário estiver indeciso, será fundamental para ele ver fotos, ler a descrição técnica, entender seu valor para quem sabe então comprá-lo. Oferecer essa experiência ao consumidor é fundamental em um e-commerce, para que ele possa sanar todas as dúvidas sobre o produto.

3 Fretes mais baratos ou Grátis

Um dos principais problemas que prejudicam a taxa de conversão em e-commerce é o abandono de carrinho. Em muitos casos isso se deve ao alto custo dos fretes ao consumidor. Uma alternativa é buscar parceiros logísticos que consigam reduzir esses valores e tentar fechar contratos de longo prazo que sejam benéficos para os dois lados, para obter uma redução nesse serviço, que automaticamente beneficiará o consumidor. Outra excelente opção é oferecer frete grátis e, mas para que isso não gere custos para a empresa ou diminua a margem de lucro é necessário repensar o preço final dos seus produtos.

4 Cupons de Desconto

Outra boa opção é oferecer descontos por tempo limitado, ainda que esse desconto no preço seja pequeno, pois o que interessa para o consumidor é poder pagar mais barato pelo produto que ele já estava monitorando.

Para isso, você pode fazer ofertas aleatoriamente e reservar um dia na semana para oferecer esse cupom de desconto que possa ser usado apenas por um dia, ou algumas horas. O senso de urgência é um dos principais gatilhos de venda utilizados, que incentivam o consumidor a concluir sua compra de forma mais rápida.

Ou ainda, realizar uma ação de remarketing, oferecendo um código em um cupom de desconto que pode ser enviado por e-mail para os usuários cadastrados que não concluíram suas compras, deixando produtos no carrinho. é mais uma estratégia para o seu e-commerce incentivar conversões e vendas.

5 Preços competitivos

Obviamente rever os preços dos seus produtos pode fazer toda a diferença! Afinal, suas vendas podem estar baixas devido ao preço cobrado pelos produtos. Considere o processo normal que sua empresa realiza para definir a precificação dos itens comercializados e analise o mercado e os preços da concorrência. Caso os seus valores praticados estejam acima deles, esta pode ser a causa que leva à baixa conversão. Avalia reduzir seus preços ou oferecer alguma vantagem ao consumidor para que esse valor compense. Preços competitivos também estão ligados à qualidade do produto, ao preço do frete, entre outros. O ideal é reunir a maior quantidade de vantagens para refletir no aumento de conversões.

6 Testar seu processo de compra

É fundamental que você realize simulações de compras no seu site para entender como o seu consumidor se vê no momento de concluir a compra. O pagamento é a parte mais importante deste processo e, se não funcionar de maneira prática, vai resultar no abandono de carrinho e, em uma baixa taxa de conversão.

E acredite, muitos sites acabam perdendo clientes na hora de concluir a compra, justamente, porque o sistema de pagamento do site é pouco prático ou, visualmente, não muito confiável, como por exemplo direcionar o pagamento para plataformas, ou para outro site. além de se tornar um processo mais longo, pode levar o consumidor à desistência. Então, realize seus testes e avalie seu processo de pagamento.

7 Informe a segurança do site

Sempre destaque que o seu site é seguro e devidamente protegido com os últimos recursos de segurança disponíveis. Um certificado SSL também é uma ótima forma de mostrar isso, porque ele pode ser visualizado na URL do site e que pode ser determinante para gerar mais conversões.

E lembre-se, uma boa navegação, com velocidade rápida, segurança e um sistema de compras prático são fundamentais para gerar mais conversões e reflete diretamente nas vendas do seu e-commerce.

Comments are closed for this article!